VALE e coreana Dongkuk acertam construção de siderúrgica no CE

terça-feira, 20 de novembro de 2007 13:22 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Companhia Vale do Rio Doce e a siderúrgica sul-coreana Dongkuk concordaram, em princípio, com a construção de uma usina siderúrgica de 2 bilhões de dólares no Ceará, informaram autoridades do governo e representantes das empresas nesta terça-feira.

Esta é a quinta joint-venture em três anos entre a Vale e investidores estrangeiros para construção de siderúrgicas no Brasil, informou o governo em um comunicado. A produção desses empreendimentos é de 17,2 milhões de toneladas de aço e os investimentos alcançam 13,3 bilhões de dólares.

O estudo final de viabilidade sobre a parceria com a Dongkuk Steel Mill deve ser concluído nos próximos meses. A capacidade inicial de produção da usina cearense é de 2,5 milhões de toneladas de placas de aço por ano.

As empresas têm planos futuros para dobrar a capacidade da unidade. A expectativa é que a produção comece em 2011.

"Nossa intenção é trazer mais usinas para o Brasil", disse o presidente da Vale, Roger Agnelli, durante cerimônia para assinatura de um memorando de entendimentos entre as duas companhias que foi acompanhada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.