De olho no exterior, dólar fica estável em sessão travada

terça-feira, 20 de maio de 2008 16:32 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar ficou estável nesta terça-feira, depois de operar em alta na maior parte do dia, em uma sessão travada pela proximidade do feriado e marcada pela reação negativa no exterior a dados de inflação nos Estados Unidos.

A moeda norte-americana terminou o dia a 1,650 real. A volatilidade foi pequena --a taxa de câmbio oscilou entre 1,650 real e 1,659 real.

"Os bancos já estão começando a segurar (operações) por causa do feriado. Não tem nada no mercado", disse José Roberto Carreira, gerente da Fair Corretora, em referência à comemoração de Corpus Christi, na quinta-feira.

Segundo um gerente de câmbio de um banco nacional, que preferiu não ser identificado, a alta exibida pela moeda norte-americana na maior parte da sessão ocorreu por conta da queda generalizada das bolsas.

Nos Estados Unidos, os principais índices caíam à tarde mais de 1 por cento depois de um susto com a inflação. O núcleo do índice de preços no atacado --que exclui os preços de energia e alimentos-- teve a maior alta em termos anuais desde dezembro de 1991.

No final da sessão, o Banco Central realizou um leilão de compra de dólares no mercado à vista. A operação, que não evitou que a moeda norte-americana perdesse força nos últimos minutos de negócios, teve taxa de corte a 1,6509 real e 2 propostas aceitas, segundo um operador.