May 20, 2008 / 6:50 PM / 9 years ago

Base do governo vai propor recriação da CPMF, diz líder

2 Min, DE LEITURA

BRASÍLIA (Reuters) - A base aliada do governo fechou acordo nesta terça-feira para apresentar ao Congresso a proposta de recriação da CPMF na próxima semana, informou o líder do governo na Câmara, deputado Mauricio Rands (PE).

Os governistas querem recriar a CPMF, exclusiva para a saúde, com alíquota de 0,1 por cento, o que, por cálculos da base, corresponderia a uma arrecadação de 10 bilhões de reais ano.

"Nós não queremos fazer jogo de cena. Como temos compromisso de garantir mais recursos para a saúde é preciso que tenham fonte identificada e permanente. Se queremos regulamentar a Emenda 29 precisamos adicionar fontes de receita", disse Rands, não descartando também a taxação extra sobre bebidas e cigarros.

Estiveram presentes a almoço na casa de Joavir Arantes (GO), líder do PTB, todos os líderes e vice-líderes do governo, além do presidente do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (Conass), Osmar Terra, e representantes dos conselhos municipais.

A intenção de recriar a CPMF é garantir ao governo receita para compensar a Emenda 29, que destinará mais recursos à Saúde. Aprovada no Senado, a Emenda 29 será votada na Câmara no próximo dia 28 e, caso aprovada, representará despesa de 23 bilhões de reais a partir de 2011.

Na manhã desta terça-feira, em Santos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o governo não tomaria a iniciativa de recriar a CPMF e transferiu ao Congresso a necessidade de encontrar fontes de receita para as novas despesas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below