BOLSA EUROPA-Ações caem pressionadas por petrolíferas e crédito

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 08:56 BRT
 

Por Ana Nicolaci da Costa

LONDRES, 20 de fevereiro (Reuters) - As bolsas de valores européias caíam na manhã desta quarta-feira, pressionadas por ações de petrolíferas e da financeira britânica Alliance & Leicester ALLL.L, que registrou baixas contábeis e divulgou alerta de maiores custos com financiamentos à frente.

Às 8h52, o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3 perdia 1,27 por cento, para 1.320 pontos. As quedas em Wall Street e na Ásia contribuíam para o tom negativo do dia.

As ações da Alliance & Leicester despencavam mais de 10 por cento depois que a instituição divulgou resultado de 2007 com queda de cerca de 30 por cento no lucro e baixa contábil de 360,4 milhões de dólares vinculada à sua exposição a ativos de risco.

O BNP Paribas (BNPP.PA: Cotações) divulgou lucro trimestral em linha com as previsões do banco depois de anunciar uma baixa contábil de 898 milhões de euros para o período. Mas o maior banco francês listado afirmou que está confiante no crescimento em 2008 e suas ações recuavam 1 por cento.

"A temporada de resultados tem visto geralmente números fracos mas na maioria dos casos as revisões para baixo têm sido relativamente modestas e mais modestas do que os investidores temem, o que parece que vai ser o mais comum no ano", afirmou Darren Winder, estrategista de ações na Cazenove.

Além do setor financeiro, empresas de telecomunicações também pesavam no dia.

A Vodafone (VOD.L: Cotações) perdia 3,65 por cento depois que sua joint-venture nos Estados Unidos, a Verizon Wireless, afirmou que começou a oferecer planos fixos para chamadas ilimitadas, elevando a preocupação de investidores de que uma guerra de preços possa estourar.

A alta no preço do petróleo fez crescer os temores de inflação, o que pode limitar a atuação dos bancos centrais pelo mundo em cortar a taxa de juros para conter a desaceleração global.   Continuação...