Cinco bombas explodem na Espanha após alerta do ETA

domingo, 20 de julho de 2008 14:12 BRT
 

Por Emma Pinedo

MADRI (Reuters) - Quatro bombas explodiram neste domingo em cidades turísticas do litoral de Cantabria, no norte da Espanha, depois de o grupo separatista basco ETA ter divulgado alertas sobre atentados. As explosões aconteceram logo depois de outra, menor, do lado de fora de um banco Barclays, perto de Bilbao.

Uma mulher foi ferida por uma pedra que voou de uma das explosões e outra foi levada ao hospital em estado de choque.

As explosões marcaram o início da tradicional temporada de ataques de verão do ETA, na qual o grupo tem como alvo balneários turísticos espanhóis como parte de sua campanha de quatro décadas pelo estabelecimento de um Estado basco independente no norte da Espanha e no sul da França.

O governo espanhol diz que o ETA está enfraquecido após a prisão de vários de seus membros, mas os ataques deste domingo provam que o grupo não tem planos de abandonar a luta armada.

"A melhor maneira de obter uma sentença de prisão bem longa na Espanha é se juntar ao ETA", disse o ministro do Interior, Alfredo Perez Rubalcaba, à rádio nacional no domingo, logo após os ataques.

"Nós recebemos uma ligação por volta de 10h30 de alguém que disse representar o ETA e nos falou que o ETA havia plantado quatro bombas em praias em Laredo e Noja e no campo de golfe de Noja", disse uma autoridade dos serviços de emergência.

O ETA costuma avisar quando vai atacar lugares por onde circulam civis. Quando o alvo são políticos, policiais ou autoridades, o grupo não dá nenhum aviso.

A primeira bomba explodiu por volta de 7h15 (no horário de Brasília) em um calçadão à beira mar em Laredo, um dos destinos turísticos mais populares do norte da Espanha. A explosão danificou a calçada, quebrou vidros e fez surgir uma nuvem de fumaça de 25 metros, disse um funcionário.   Continuação...