Fidel Castro seguirá como líder de Cuba, diz Daniel Ortega

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008 19:23 BRT
 

SAN SALVADOR, 20 de fevereiro (Reuters) - Fidel Castro continuará sendo o líder de Cuba, embora já não ostente cargos no governo comunista da ilha, disse nesta quarta-feira seu aliado e presidente da Nicarágua, Daniel Ortega.

Castro anunciou na terça-feira, aos 81 anos, que deixará o poder após quase meio século à frente da política cubana.

"Ninguém pode ignorar que Fidel continuará sendo e continua sendo, independente de ostentar algum cargo, o líder indiscutível, a autoridade moral do povo de Cuba, da revolução cubana", disse Ortega em uma coletiva de imprensa em San Salvador, capital de El Salvador.

Ortega participou de uma reunião de representantes dos governos da América Central, na qual também compareceram o presidente da Guatemala, Alvaro Colom, e o de El Salvador, Elías Antonio Saca.

"Fidel é um personagem histórico, de transcendência universal", disse o líder sandinista, que em 2007 voltou ao poder e cuja revolução de 1979 foi apoiada por Fidel.

(Reportagem de Alberto Barrera)