ATUALIZA-EUA pedem bloqueio de uma das aquisições do JBS

segunda-feira, 20 de outubro de 2008 15:31 BRST
 

(Texto atualizado com mais informações e declarações)

WASHINGTON, 20 de outubro (Reuters) - O Departamento de Justiça dos Estados Unidos pediu o bloqueio da compra da empresa National Beef pela JBS JBSS3.SA, mas não se opôs à aquisição da Smithfield Beef Group SFD.N pela companhia brasileira.

O órgão do governo norte-americano informou que a aprovação das duas aquisições levaria o JBS a controlar mais de um terço dos abates de bovinos nos EUA e seria prejudicial ao setor de food service e ao consumidor, que acabaria pagando mais pela carne.

O Departamento de Justiça entrou com uma ação na corte distrital de Chicago pedindo a não aprovação da compra da National Beef, contando com o apoio das promotorias de 13 Estados norte-americanos.

"A combinação da JBS com a National provavelmente levaria varejistas, empresas de food service e consequentemente os consumidores americanos a pagar mais pela carne bovina", afirmou Thomas O. Barnett, procurador na divisão antitruste do Departamento de Justiça.

"Ela também reduziria a competição entre os processadores de carne na compra de animais, fator crítico para garantir bons preços para milhares de criadores e confinadores do país", acrescentou Barnett no comunicado.

O JBS, maior processador mundial de carne bovina, anunciou em março, de forma conjunta, que havia fechado a compra de três processadoras de carne bovina, duas nos EUA e uma na Austrália, por aproximadamente 1,2 bilhão de dólares.

Além da National Beef e da Smithfield, a empresa brasileira anunciou na época a compra da australiana Tasman, aquisição esta já aprovada pelo órgão regulador da Austrália.   Continuação...