Volatilidade produziu chamadas de margens, diz BM&F Bovespa

segunda-feira, 20 de outubro de 2008 17:47 BRST
 

SÃO PAULO, 20 de outubro (Reuters) - A volatilidade recente dos mercados fez a administração da BM&F Bovespa BVMF3.SA exigir cinco vezes nos últimos dias que investidores depositassem garantias adicionais para cobrir perdas em seus mercados de ações e de derivativos.

"Temos cinco chamadas de margem", disse à Reuters o presidente-executivo da instituição, Edemir Pinto, após participar de um evento.

Segundo ele, essas medidas estão dentro do sistema de regulação dos mercados e não provocaram maiores consequências, mas não comentou quais os valores envolvidos nessas transações.

De acordo com o executivo, a crise não vai interromper os planos de expansão da empresa, que inclui parcerias com outras bolsas na América Latina e investimentos em aumento de capacidade tecnológica.

"O Megabolsa (sistema eletrônico de negociação utilizado pela BM&F Bovespa) hoje tem capacidade para processar 700 mil operações por dia. No ano que vem, essa capacidade vai subir para 1,5 milhão", afirmou.

(Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Alexandre Caverni)