Oferta de ações da OGX atrai mais de 1,3 mil pessoas físicas

sexta-feira, 20 de junho de 2008 14:13 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Mesmo com a restrição de compra das ações na oferta pública da OGX Petróleo e Gás a investidores com elevada capacidade financeira, a operação atraiu mais de 1,3 mil pessoas físicas.

Esse público respondeu pela compra de sete por cento das 5,934 milhões de ações ordinárias da companhia na operação que marcou sua estréia na Bolsa de Valores de São Paulo no último dia 13.

A operação de 6,71 bilhões de reais foi o maior IPO (oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês) já realizado no Brasil, batendo os 6,62 bilhões de reais da Bovespa Holding, em setembro de 2007.

No caso da OGX, a participação na oferta foi restrita a investidores dispostos a aplicar um mínimo de 300 mil reais, classificados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) como qualificados.

Os investidores estrangeiros ficaram com 63 por cento da oferta, o equivalente a 3,766 milhões de ações, segundo o anúncio de encerramento da oferta, divulgado nesta sexta-feira.

O lote total já embute as 247 mil ações adicionais, equivalentes a 5 por cento da oferta inicial, emitidas para atender o excesso de demanda do mercado, e as 741,8 mil ações suplementares, subscritas pelo Credit Suisse, um dos bancos coordenadores da oferta.

As ações estrearam no pregão com preço unitário de 1.131 reais. Desde então, já acumulam valorização de 15 por cento.

(Por Aluísio Alves)