ATUALIZA-Mercado espera alta mais moderada do juro até dezembro

segunda-feira, 20 de outubro de 2008 09:28 BRST
 

(Texto atualizado com mais dados da pesquisa, contexto)

SÃO PAULO, 20 de outubro (Reuters) - Analistas reduziram suas projeções para o patamar que o juro básico do país deverá estar em dezembro, faltando uma semana para a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, ao mesmo tempo em que elevaram as estimativas para a inflação em 2008 e 2009.

De acordo com levantamento feito pelo Banco Central, divulgado nesta segunda-feira, os analistas consultados apostam que a taxa básica de juro --a Selic-- encerrará o ano em 14,50 por cento e não mais em 14,75 por cento como estimado até a semana retrasada.

A nova projeção indica que os analistas esperam um aumento mais moderado da taxa ao longo das próximas duas reuniões do Copom, a primeira na próxima semana e a última em dezembro.

Para dezembro de 2009, entretanto, os analistas mantiveram a mesma projeção: juro a 13,50 por cento.

Atualmente a Selic está em 13,75 por cento. A taxa vem sendo elevada desde abril, quando o BC deu início ao atual ciclo de aperto monetário com o objetivo de trazer a inflação de volta ao centro da meta já em 2009.

Ao longo das últimas semanas a crise financeira internacional se agravou e o Banco Central do Brasil adotou uma série de medidas para garantir o fluxo de recursos no mercado de crédito do país.

  Continuação...