Exportações de aço em setembro sobem com dólar mais forte--IBS

segunda-feira, 20 de outubro de 2008 17:02 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 20 de outubro (Reuters) - A alta do dólar no mês de setembro fez bem para as exportações brasileiras de aço, que conseguiram um valor quase 90 por cento maior do que o registrado há um ano, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS).

Em setembro, as usinas filiadas ao IBS informaram vendas externas da ordem de 780,5 mil toneladas, alta de 0,8 por cento no volume em relação há um ano, mas de 87,8 por centos em valores, atingindo 879 milhões de dólares, contra os 468 milhões de dólares obtidos em setembro de 2007.

No mercado interno o aquecimento também se manteve, com vendas 10,3 por cento maiores, somando volume de 1,9 milhão de toneladas. No ano, as vendas de laminados atingiram alta de 15,8 por cento em setembro, para 16,971 milhões de toneladas.

"Os resultados das vendas acumuladas demonstram crescimento em todos os segmentos do setor, com destaque para produtos longos impulsionado pela forte demanda da construção civil", informou o IBS em nota.

As vendas de aços longos, utilizados entre outros setores na construção civil, subiram 24,9 por cento, para 876,4 mil toneladas no mês passado.

A produção brasileira de aço bruto em setembro chegou a 3 milhões de toneladas, 5 por cento maior do que há um ano. Em 2008, a produção acumula alta de 7,3 por cento comparada a 2007.

(Por Denise Luna; Edição de Roberto Samora)