China deve crescer mais de 11% em 2007, diz premiê

terça-feira, 20 de novembro de 2007 17:11 BRST
 

CINGAPURA (Reuters) - O premiê da China, Wen Jiabao, afirmou na terça-feira que o crescimento econômico do país deve superar os 11 por cento este ano, mas o governo está preocupado com aumentos de preços.

"A economia da China deve crescer 11,5 por cento este ano", disse Wen em discurso aos membros da embaixada chinesa em Cingapura obtido pela Reuters.

"Precisamos evitar que a economia cresça muito rapidamente e evitar rápidos aumentos de preços", disse Wen. "Se evitarmos isso, a economia chinesa navegará com suavidade."

O banco central da China afirmou este mês que o crescimento do Produto Interno Bruto do país no ano ficará acima dos 11 por cento. A quarta maior economia do mundo tem crescido a um ritmo acima de 10 por cento desde 2003, mas a inflação está perto do nível mais alto em 11 anos.

"As tarefas principais são ampliar a demanda doméstica, melhorar as estruturas econômicas, reduzir a poluição e ampliar a renda dos pobres", afirmou o premiê.

Wen está se reunindo com líderes do sudeste da Ásia, Japão e Coréia do Sul em Cingapura. Os líderes do leste asiático discutiram como melhorar a cooperação de modo a manter estabilidade financeira na região, informou um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China.