BC japonês mantém juro e reduz visão da economia

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007 07:18 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - O Banco do Japão deixou estável sua taxa de juro nesta quinta-feira e reduziu sua visão da economia pela primeira vez em três anos, afirmando que o crescimento irá desacelerar.

O presidente do BC, Toshihiko Fukui, afirmou que os riscos para o crescimento estão aumentando, mas ressaltou que a economia do país deve manter uma expansão moderada apesar da recente fraqueza.

"O ciclo positivo da economia, de produção, renda e gasto, continua em vigência", afirmou ele.

O membro da diretoria Atsushi Mizuno vinha pedindo taxa mais alta desde julho, mas voltou atrás e votou por estabilidade, alimentando nos mercados a visão de que o BC não deve elevar o juro em breve.

O BC vem há tempos dizendo que irá elevar gradualmente sua taxa, já que o atual patamar de 0,50 por cento pode levar a um superaquecimento no lonog prazo.

Mas, em seu relatório mensal, divulgado nesta quinta-feira, o banco reduziu sua visão da economia. O ritmo do crescimento está desacelerando, apontou o documento, em razão sobretudo de uma queda no investimento imobiliário.

(Reportagem de Hideyuki Sano)

 
<p>O presidente do banco central do Jap&atilde;o, Toshihiko Fuku. O Banco do Jap&atilde;o deixou est&aacute;vel sua taxa de juro nesta quinta-feira e reduziu sua vis&atilde;o da economia pela primeira vez em tr&ecirc;s anos, afirmando que o crescimento ir&aacute; desacelerar. Photo by Michael Caronna</p>