"Dane-se", diz Tião Viana sobre especulação da volta de Renan

quarta-feira, 21 de novembro de 2007 12:52 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente interino do Senado, Tião Viana (PT-AC), saiu do sério nesta segunda-feira ao ser perguntado sobre a possibilidade de o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) retornar à Presidência da Casa. Para ele, não se pode plantar um clima de especulação no Senado.

A licença requerida por Renan vence no fim de semana.

"O que não pode é ficar um ambiente de especulação, como se fosse delírio paranóico que tem perseguição a A ou B. Só porque as decisões regimentais não agradam ora a A, ora a B. O regimento tem que ser maior que as emoções, que os delírios paranóicos. Se alguém estiver aborrecido sobre o bom cumprimento do regimento, como se diz popularmente: dane-se", disse Tião Viana a jornalistas.

O relator, senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), poderia ter apresentado nesta quarta-feira seu parecer sobre o caso em que Renan é acusado de ter adquirido veículos de comunicação em Alagoas com o uso de "laranjas". Mas preferiu utilizar todo o prazo a que tem direito, em manobra regimental acolhida sem contestação por Tião Viana.

A votação do caso Renan no plenário estava marcada para quinta-feira, mas agora ficou para a próxima semana. Já há recomendação do Conselho de Ética pela cassação.

Renan desejava o fim rápido do processo e agora cogitaria retornar à Presidência como reação à decisão da oposição de prolongar seu processo por quebra de decoro parlamentar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

(Texto de Carmen Munari; Edição de Mair Pena Neto)