Ataque suicida em mesquita mata pelo menos 38 no Paquistão

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 08:36 BRST
 

ISLAMABAD (Reuters) - Pelo menos 38 pessoas morreram nesta sexta-feira em um ataque suicida contra uma mesquita no noroeste do Paquistão, onde um ex-ministro do Interior oferecia suas orações na festividade muçulmana do Eid, disse a polícia.

Autoridades do serviço de inteligência afirmaram que cerca de 50 pessoas podem ter morrido, mas o número não foi confirmado pela polícia. Outras 40 pessoas ficaram feridas.

O ex-ministro Aftab Ahmed Sherpao, que pertencia ao governo do presidente Pervez Musharraf, estava na mesquita no momento da explosão, mas não ficou ferido. Ele afirmou, no entanto, que seu filho se feriu.

Sherpao fazia parte do governo recém-dissolvido por Musharraf e concorre às eleições parlamentares de 8 de janeiro.

Mais de 400 pessoas morreram em atentados suicidas com bombas nos últimos meses no Paquistão, após uma nova onda de violência, na maioria das vezes na província da fronteira ao noroeste.

(Por Augustine Anthony)