RPT-Para Soros, mundo vive pior crise desde a 2a Guerra Mundial

terça-feira, 22 de janeiro de 2008 08:48 BRST
 

(Repete matéria publicada na noite de segunda-feira)

VIENA, 22 de janeiro (Reuters) - O bilionário investidor George Soros disse que o mundo está enfrentando sua pior crise financeira desde a Segunda Guerra Mundial e que os Estados Unidos são ameaçados pela recessão, segundo entrevista ao jornal austríaco Standard.

"A situação está muito mais séria do que em qualquer outra crise financeira desde o fim da Segunda Guerra Mundial", disse Soros, segundo o jornal.

Ele disse que nos últimos anos os políticos foram guiados por alguns mal-entendidos, como o que chamou de "fundamentalismo de mercado" --a crença de que os mercados financeiros atuariam como um equilíbrio.

"É uma idéia errada", disse ele. "Realmente temos uma séria crise financeira agora."

Questionado se os Estados Unidos estão caminhando para a recessão, Soros respondeu: "Sim, essa é uma ameaça aos Estados Unidos".

Ele acrescentou estar surpreso sobre quão pequeno foi o entendimento existente em torno de como uma recessão também é uma ameaça para a Europa.

As ações de empresas européias caíram quase 6 por cento na segunda-feira, sua maior perda em um único dia desde os ataques de 11 de setembro de 2001 contra os Estados Unidos.

(Por Karen Strohecker)