Bancos de investimentos dos EUA terão 3o tri difícil--analistas

quinta-feira, 21 de agosto de 2008 08:19 BRT
 

BANGALORE, Índia, 21 de agosto (Reuters) - Analistas de Wall Street estão projetando outro trimestre difícil para os bancos de investimentos dos Estados Unidos. O período será marcado por novas baixas contábeis em uma série de ativos de renda fixa diante de um já fraco ambiente de negócios.

O analista do Citigroup Prashant Bhatia ampliou sua estimativa de perda para o Lehman Brothers LEH.N no terceiro trimeste.

Bhatia e o analista Roger Freeman, do Lehman Brothers, também cortaram suas estimativas de lucro para o Goldman Sachs (GS.N: Cotações) e o Morgan Stanley (MS.N: Cotações).

"Nós estamos diminuindo nossas estimativas para o terceiro trimestre para refletir o ambiente de dificuldade de negócios, caracterizado por menor volume de negócios por cliente e perdas em ativos de difícil venda", disse o analista do Citigroup.

Bhatia espera que o Lehman tenha baixas contábeis relacionada a ativos novos de 2,9 bilhões de dólares. Ele espera 1,8 bilhão de dólares em baixas contábeis no Goldman Sachs e 1,7 bilhão de dólares no Morgan Stanley.

Freeman cortou suas estimativas de lucro para o Goldman Sachs no terceiro trimestre para 1,70 dólar por ação, ante 3,77 dólares por ação. No caso do Morgan Stanley, a estimativa caiu para 0,75 dólar ante 0,76 dólar.

Bhatia cortou suas estimativas de lucro para o Goldman para 2,50 dólares por ação ante 4,50 dólares, e para o Morgan Stanley para 0,75 dólar ante a 0,76 dólar.

O analista do Citigroup ampliou sua perspectiva de prejuízo do Lehman no terceiro trimestre para 3,25 dólares por ação ante 0,41 dólar por ação.

Analistas, incluindo Guy Moszkowski do Merrill Lynch, David Trone do Fox-Pitt e Brad Hintz do Bernstein, também cortaram suas perspectivas para o Goldman e o Morgan Stanley e projetaram prejuízo para o Lehman no terceiro trimestre.

(Reportagem de Tenzin Pema)