NET descarta queda de demanda e eleva investimentos

terça-feira, 21 de outubro de 2008 13:50 BRST
 

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO, 21 de outubro (Reuters) - A Net Serviços de Comunicação NETC4.SA, maior empresa de TV paga do país, acredita que o fato de hoje vender também serviços de banda larga e de telefonia contribuam para que ela sinta menos os efeitos de uma possível crise econômica.

Diante do crescimento acelerado no número de clientes nos últimos trimestres, a Net decidiu, inclusive, elevar o volume previsto de investimentos este ano. Enquanto a expectativa anterior era de investir 770 milhões de reais, agora a companhia já fala em aplicar perto de 1 bilhão de reais no exercício.

O presidente da companhia, José Felix, afirmou que hoje a Net é uma empresa de serviços recorrentes "e por isso tem receita também recorrente". Ele acredita que, "independentemente da situação econômica do país as pessoas vão continuar a gerar demanda para esses serviços".

"Eu prefiro ser otimista e particularmente acredito que a demanda por esse tipo de serviço (banda larga e telefonia) vai continuar intensa, independentemente da economia do país", disse Félix, em teleconferência com a imprensa.

"Não esqueçam que a Net é uma companhia em ritmo claro de crescimento, não é uma companhia madura, com base estável. Ela vive recorde trimestre a trimestre", destacou o executivo em teleconferência após a divulgação dos resultados da companhia de terceiro trimestre. Para mais informações clique [ID:nN21269024].

Por isso, ele ponderou que, "em um cenário muito pessimista poderia imaginar uma diminuição no ritmo de crescimento, mas nada que mude o status quo de uma companhia que busca maiores fatias de mercado".

Em relação ao aumento dos investimentos, Feliz afirmou que "não tem porque a gente ser cauteloso (com investimento) porque são todos recursos para aumento da base de assinantes".

Ele reiterou que a Net acredita que os serviços têm demanda constante, porque as pessoas precisam falar e se conectar à Internet.   Continuação...