BOVESPA-Dados de empresas dos EUA ilustram recessão e índice cai

terça-feira, 21 de outubro de 2008 19:07 BRST
 

(Texto atualizado com mais informações e números oficiais de fechamento da bolsa)

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO, 21 de outubro (Reuters) - O efeito negativo de uma saraivada de resultados corporativos decepciontantes dos Estados Unidos sobre Wall Street respingou na Bolsa de Valores de São Paulo, que afundou em meio a realização de lucros.

O Ibovespa .BVSP caiu 1,01 por cento, para 39.043 pontos, depois de ter oscilado de uma alta de 1,5 por cento a uma queda de mais de 3,5 por cento.

Oscilação acentuada por um volume financeiro de apenas 4,38 bilhões de reais, o menor em sete semanas.

A extensa lista de companhias norte-americanas com piora nos resultados do terceiro trimestre incluiu a fabricante de produtos químicos DuPont, a BlackRock, maior gestora de ativos dos Estados Unidos, o bancoBancorp e a Texas Instruments.

Esses dados trouxeram de volta à tona os temores de uma recessão mais prolongada, devolvendo os investidores à ponta vendedora de ações. Com isso, o índice Dow Jones .DJI, que havia subido mais de 4 por cento na segunda-feira, caiu 2,5 por cento.

Essa pressão externa negativa foi calibrada por quedas de companhias domésticas, à medida que os efeitos da crise internacional começam a se materializar.   Continuação...