ATUALIZA-Bush chama Lula para debater crise com G8 e emergentes

terça-feira, 21 de outubro de 2008 19:36 BRST
 

BRASÍLIA, 21 de outubro (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, convidou na terça-feira o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para participar de uma reunião com as maiores economias do mundo sobre a crise financeira global.

Segundo fonte do governo, em telefonema por volta das 17 horas, que durou aproximadamente 15 minutos, Bush perguntou se Lula aceitaria discutir soluções para a crise e como evitar que esse choques contaminem a economia real.

O encontro ainda será agendado por Bush, mas deverá ocorrer em meados de novembro, segundo sinalizou o próprio presidente dos EUA. A intenção de Bush é reunir o G8 e os principais países emergentes.

De acordo com a fonte, Lula respondeu positivamente e considerou imprescindível o encontro para que os líderes mundiais possam debater esse tema.

Há duas semanas, Bush retornou uma ligação de Lula para falar sobre a crise e disse que as medidas adotadas pelo governo norte-americano começariam a surtir efeito em duas semanas e meia, tempo que está perto de se completar.

Outro assunto da conversa dos dois presidentes foi a liberalização do comércio mundial. Bush quis saber alguns detalhes da recente viagem de Lula à Índia, onde o presidente brasileiro conversou sobre a eventual retomada da Rodada de Doha.

Em julho, em Genebra, as negociações chegaram a um impasse entre Estados Unidos e Índia em torno de salvaguardas ao comércio agrícola.

Lula, que antes de ir à Índia dizia que a retomada das negociações demandaria um gesto de boa vontade do governo indiano, fez um relato "positivo e otimista" ao colega norte-americano. Segundo a fonte, o presidente brasileiro contou a Bush que há um "clima favorável" ao entendimento.

(Reportagem de Fernando Exman, Edição de Mair Pena Neto)