Controladores do WestLB arcam com prejuízo do banco por crise

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 08:16 BRST
 

Por John O'Donnell

FRANKFURT (Reuters) - Os donos do banco alemão WestLB se reuniram para apoiar o abatido credor estatal, arcando com o que o banco afirmou ser um prejuízo de 1 bilhão de euros (1,47 bilhão de dólares) em 2007 e baixas contábeis dessa proporção vindas na onda da crise de crédito.

O anúncio ocorreu nesta segunda-feira, um dia depois que a reguladora financeira da Alemanha, a Bafin, e o banco central do país, o Bundesbank, foram à reunião de emergência do controladores do WestLB para examinar como estabilizar o financiador.

A Alemanha foi um dos países mais afetados pelo aperto no mercado de crédito, densencadeado pela crise das hipotecas de risco (subprime), que quase derrubou dois bancos do país e afetou diversos mais.

O WestLB afirmou que seus controladores -- os bancos de poupança local e o governo do estado do Norte Rhine-Westphalia -- iria arcar com as perdas.

Eles estão prontos para um fusão com um rival, o financiador estatal Helaba, e querem acelerar a mudança do banco, o que poderia acarretar numa redução de 30 por cento dos 6 mil funcionários do banco, segundo uma fonte próxima aos controladores.

No domingo o presidente do Bundesbank, Axel Weber, e o chefe do Bafin, Jochen Sanio, inesperadamente apareceram para o encontro dos controladores do WestLB, reunidos para discutir a recuperação do banco, o que ilustra a urgência da situação.

O WestLB, que possui uma série de veículos de investimento incluindo SIV (veículos de investimento estruturado) com um volume de cerca de 25 bilhões de euros, possui valor de 7 bilhões de euros.