Cheney diz que Irã é um "obstáculo à paz" no Oriente Médio

domingo, 21 de outubro de 2007 15:53 BRST
 

LANSDOWNE, Canadá (Reuters) - O vice-presidente dos Estados Unidos, Dick Cheney, adotando um tom rígido em relação ao Irã, descreveu o governo do país islâmico neste domingo como um "crescente obstáculo à paz no Oriente Médio".

Cheney, em um discurso a especialistas, também acusou Teerã de "atrasos e enganos" sobre o programa nuclear iraniano e alertou que haverá consequências se o país não obedecer as exigências do Ocidente para que pare seu programa de enriquecimento de urânio.

A dura retórica do vice-presidente acontece alguns dias após o presidente George W. Bush ter alertado que a obtenção de armas nucleares pelo Irã poderia levar à Terceira Guerra Mundial.

O governo de Bush tem tentado obter apoio para mais sanções internacionais, mas encontra um dificuldade perante a resistência da Rússia.

Cheney disse que o progresso em direção à paz e estabilidade no Oriente Médio dependerá da conduta responsável dos países da região, incluindo o respeito pela soberania dos vizinhos e obediência aos acordos internacionais.

"Se você aplicar todas estas medidas, fica imediatamente claro que o governo do Irã... é um crescente obstáculo à paz no Oriente Médio", disse Cheney ao Washington Institute for Near East Policy, uma organização pró-Israel.