CÂMBIO-Dólar recua com otimismo sobre bancos no exterior

segunda-feira, 21 de julho de 2008 10:46 BRT
 

SÃO PAULO, 21 de julho (Reuters) - O dólar começava a semana em baixa no mercado brasileiro, aproveitando o cenário favorável no exterior para se afastar do patamar de 1,60 real.

Às 10h46, a moeda norte-americana BRBY era cotada a 1,586 real, em queda de 0,19 por cento.

"Está havendo uma melhora do cenário lá fora. Isso faz com que o pessoal fique menos avesso a risco", disse Luiz Pizani, operador de câmbio da corretora Liquidez. O risco Brasil 11EMJ cedia 5 pontos, para 221 pontos-básicos.

A tranquilidade do mercado internacional era explicada pela surpresa positiva com o Bank of America (BAC.N: Cotações). O segundo maior banco dos Estados Unidos repetiu o desempenho de Citigroup, Wells Fargo e JPMorgan Chase com um balanço melhor do que o esperado para o segundo trimestre, mesmo com a crise que afeta o mercado de crédito há um ano.

Os futuros de Wall Street indicavam abertura positiva das bolsas em Nova York. As ações também subiam na Europa e no Brasil. No mercado internacional de câmbio, o dólar operava praticamente estável diante de uma cesta com as principais moedas globais .DXY.

A melhora do cenário internacional encontrava um ambiente favorável para a queda do dólar no Brasil. "Os juros estão num patamar bastante alto", disse Pizani.

A arbitragem entre os juros internacionais e o brasileiro deve aumentar nesta semana, diante da expectativa de um novo aumento da taxa básica pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central.

(Reportagem de Silvio Cascione; Edição de Renato Andrade)