Petróleo avança em NY com dólar fraco e atenção com estoques

quarta-feira, 21 de novembro de 2007 12:32 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - A variação do preço do petróleo negociado nos Estados Unidos mantinha-se em patamar positivo nesta quarta-feira, depois de registrar novo recorde de alta, a 99,29 dólares o barril.

O movimento de alta era impulsionado pela fraqueza do dólar e os baixos estoques da commodity, faltando pouco para o início do inverno no Hemisfério Norte. Operadores disseram que qualquer surpresa negativa nos dados sobre os estoques norte-americanos, que serão divulgados nesta quarta a partir das 13h30 (horário de Brasília), pode fazer com que o preço da commodity supere a marca dos 100 dólares o barril.

"Nós estamos com estoques apertados, um dólar fraco e tensões geopolíticas", afirmou Mike Fitzpatrick, da MF Global. "Podemos atingir os 100 dólares hoje, não vejo razão para o contrário. Mas isso é apenas um outro número", acrescentou.

Na Nymex, o contrato para janeiro subia 0,50 dólar, a 98,53 dólares o barril. Em Londres, o contrato do tipo Brent também para janeiro subia 0,33 dólar, para 95,82 dólares por barril.

Os preços do petróleo nos Estados Unidos já subiram cerca de 5 dólares nesta semana, à medida que os operadores passaram a focar no recuo dos estoques no maior consumidor do mundo e na queda do dólar, que afeta todas as commodities denominadas na moeda norte-americana.

Os estoques de petróleo bruto nos Estados Unidos, que estão cerca de 7 por cento abaixo do patamar registrado há um ano, devem ter apresentado um aumento de 600 mil barris na semana encerrada em 16 de novembro. O dado será divulgado nesta quarta pela Administração de Informação de Energia.

As reservas de derivados, que inclui óleo para aquecimento e diesel, devem ter recuado em 300 mil barris, enquanto que os estoques de gasolina devem ter sido ampliados em 800 mil barris.

(Por Richard Valdmanis)