Lula afasta risco energético e critica "pessimistas"

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 17:44 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - Ao dar posse ao novo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na segunda-feira que o Brasil pode crescer até mais de 5 por cento sem o risco de sofrer problemas com energia.

"Você vai perceber que estamos preparados para crescer 5 por cento e até um pouco mais sem problemas de energia", disse Lula dirigindo-se ao novo ministro.

O presidente deu a entender que a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, anunciará dados positivos sobre energia no balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que fará na terça-feira.

"Com a sua experiência política, você terá uma surpresa extraordinária quando tiver acesso a todas as obras de energia que estão acontecendo no país", afirmou Lula, pouco depois de comentar que já vira os dados que Dilma apresentará na terça-feira.

Lula criticou os "pessimistas" que alardeiam riscos energéticos, injustificáveis em sua opinião.

"Há duas hipóteses: ou não querem que as coisas aconteçam nesse país ou parece que querem contribuir para o aumento do preço da energia", atacou.

(Texto de Mair Pena Neto)