Aumento de preços eleva lucro da Nestlé em 2007

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008 07:46 BRT
 

Por Laura MacInnis e Thomas Atkins

VEVEY, Suíça (Reuters) - A Nestlé, maior fabricante de alimentos do mundo, superou os temores gerados por alta nos preços de commodities e desaceleração da economia mundial ao registrar um aumento de 15,8 por cento no lucro líquido de 2007, resultado acima do esperado.

A companhia suíça contornou o aumento nos custos de commodities como leite, cacau e cereais ao elevar seus próprios preços para ampliar o faturamento em 7,4 por cento, acima da meta, e mostrou-se confiante para 2008.

O presidente-executivo da companhia, Peter Brabeck, espera que a continuidade do crescimento econômico mundial em 2008 impulsione os negócios da empresa, especialmente em mercados emergentes e que os recentes preços recordes de commodities comecem a resfriar no segundo semestre.

"No geral, 2008 será outro ano de crescimento global. Haverá crescimento importante em 2008", disse o executivo à Reuters em entrevista após anúncio dos resultados. "Eu sou otimista."

A companhia teve lucro líquido em 2007 de 10,65 bilhões de francos suíços (9,7 bilhões de dólares), impulsionado por aumento de 3 por cento nos preços que ajudou a aumentar a receita do grupo em 9,2 por cento, para 107,55 bilhões de francos.

A expectativa média de 14 analistas consultados pela Reuters era de lucro líquido avançando 11 por cento, para 10,22 bilhões de francos e vendas anuais de 107 bilhões de francos.

 
<p>O presidente do conselho e presidente-executivo da Nestl&eacute;, Peter Brabeck, durante confer&ecirc;ncia em outubro. A Nestl&eacute;, maior fabricante de alimentos do mundo, superou os temores gerados por alta nos pre&ccedil;os de commodities e desacelera&ccedil;&atilde;o da economia mundial ao registrar um aumento de 15,8 por cento no lucro l&iacute;quido de 2007. Photo by Denis Balibouse</p>