Militantes capturam sete pessoas em campo de petróleo na Nigéria

domingo, 21 de outubro de 2007 15:37 BRST
 

LAGOS (Reuters) - Homens fortemente armados em barcos velozes sequestraram sete trabalhadores, incluindo três estrangeiros, de uma plataforma marítima de petróleo na Nigéria, dificultando a paz na região do Delta do Níger.

O incidente aconteceu no sábado à noite e foi o primeiro grandes ataques em cinco meses desde o começo do mandato do presidente Umaru Yar'Adua, que iniciou um processo de paz para atender a demandas de grupos rebeldes por mais autonomia regional nas áreas produtoras de petróleo ao sul da Nigéria.

"Sete pessoas foram sequestradas de uma embarcação de abastecimento que ia ao campo de EA. Eram quatro nigerianos e três estrangeiros", disse Olav Ljosne, porta-voz da Royal Dutch Shell, que opera o campo.

Segundo ele, os estrangeiros são um britânico, um croata e um russo.

Todos os outros trabalhadores foram retirados da instalação, que não produz petróleo desde um ataque anterior em fevereiro de 2006.

Fontes de segurança informaram que os agressores estavam armados com rifles de assalto e chegaram em cerca de 30 barcos e trocaram tiros com tropas até chegarem à embarcação. Uma pessoa ficou ferida.

(Por Tom Ashby)