21 de Fevereiro de 2008 / às 21:33 / 10 anos atrás

PANORAMA2-Dólar ignora cena externa e cai a menor nível desde 99

Por Daniela Machado

SÃO PAULO, 21 de fevereiro (Reuters) - O fraco desempenho em Wall Street não teve influência sobre o mercado de câmbio local nesta quinta-feira, e o dólar caiu para o menor nível desde maio de 1999. Mas a Bovespa não resistiu à pressão externa e fechou praticamente estável, depois de ter subido 1,4 por cento na máxima da sessão.

O motivo para a queda do dólar “é mais doméstico mesmo”, sustentou Flávio Serrano, economista-chefe da López León Markets.

Para analistas, os bons fundamentos do país “falaram mais alto” que as incertezas que ainda pairam sobre os Estados Unidos. Além disso, há a expectativa de que o país alcance o grau de investimento ainda este ano.

Em mais um sinal de redução da vulnerabilidade externa, o Banco Central estimou que o país tenha passado a credor externo líquido em janeiro --quando os ativos no exterior devem ter superado os passivos em 4 bilhões de dólares.

O relatório completo sobre as contas externas do país em janeiro será divulgado na próxima semana.

No mercado internacional, o petróleo deu sinais de alívio e caiu quase 1,50 dólar em Nova York um dia após alcançar recorde acima de 101 dólares por barril. As principais bolsas de valores norte-americanas sofreram com mais um dado fraco sobre o setor manufatureiro.

Veja como encerraram os principais ativos nesta quinta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar caiu 0,81 por cento, a 1,711 real. O volume no segmento interbancário foi de cerca de 2 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa teve oscilação positiva de 0,07 por cento, para 63.792 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,9 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros avançou 0,07 por cento, aos 37.639 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) fechou em baixa na BM&F. O DI janeiro 2009 caiu a 11,68 por cento, enquanto o DI janeiro 2010 recuou para 11,34 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 132,563 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,607 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

O risco Brasil subia 4 pontos no fim da tarde, a 256 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 277 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI encerrou em queda de 1,15 por cento, a 12.284 pontos. O Nasdaq .IXIC caiu 1,17 por cento, aos 2.299 pontos. O índice S&P 500 .SPX cedeu 1,29 por cento, a 1.342 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento caía para 3,7822 por cento no final da tarde.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Vanessa Stelzer, Cláudia Pires e Fabio Gerhke; Edição de Cesar Bianconi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below