Tupi é rentável mesmo com preços do petróleo inferiores--Galp

terça-feira, 21 de outubro de 2008 12:42 BRST
 

LISBOA, 21 de outubro (Reuters) - A exploração do campo de Tupi seria rentável mesmo com preços do petróleo substancialmente inferiores aos atuais, disse Manuel Ferreira de Oliveira, diretor-executivo (CEO) da Galp Energia (GALP.LS: Cotações).

O Goldman Sachs informou que a recente queda abrupta dos preços do produto poderia colocar em dúvida a rentabilidade dos investimentos previstos para a rica bacia de Santos, prevendo que seriam viáveis somente se o preço permanecer acima de 70 dólares o barril.

O contrato dezembro do petróleo tipo brent cai mais de 3 por cento nesta terça-feira, ficando abaixo dos 70 dólares.

"Tupi é um reservatório gigantesco que é rentável a preços (do petróleo) substancialmente inferiores aos atuais", afirmou Oliveira a jornalistas durante uma conferência sobre energia.

A Galp detém 10 por cento de Tupi em consórcio com a Petrobrás (PETR4.SA: Cotações), que é operadora.

"Não temos nenhum investimento em questão com os atuais preços do petróleo e aqueles que prevemos podem vir a acontecer", revelou ele.

Ferreira de Oliveira enfatizou que os planos da companhia são feitos com base em cenários a longo prazo.

"Não faço futurologia. Testamos todos os nossos investimentos (...) para proteger a sua viabilidade a longo prazo. Os investimentos no setor não se fazem com base nos preços de hoje, fazem-se com base nos preços de 20 anos atrás", adiantou o CEO.

A Galp tem em curso projetos de exploração no Brasil e na Angola.   Continuação...