Wall Street tem queda por petróleo e temores de recessão

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008 19:16 BRT
 

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos caíram mais de 1 por cento nesta quinta-feira, à medida que um ganho nos estoques de petróleo provocou desvalorização das ações de energia.

Além disso, a leitura mais fraca na atividade manufatureira do Meio-Atlântico desde 2001 aumentou os sinais de que a economia está perto de uma recessão.

O índice Dow Jones recuou 1,15 por cento, a 12.284 pontos. O Standard & Poor's 500 declinou 1,29 por cento, para 1.342 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq perdeu 1,17 por cento, a 2.299 pontos.

Os preços do petróleo fecharam em queda após superarem a marca de 101 dólares por barril no dia anterior, após o governo ter informado que as reservas de petróleo bruto haviam subido mais do que o esperado.

As ações da Chevron, que entrou no índice Dow Industrials na terça-feira, caíram 1,8 por cento, enquanto o índice de energia do S&P perdeu 2,1 por cento.

Mais cedo, o Federal Reserve da Filadélfia informou que um índice manufatureiro caiu novamente na região do Meio-Atlântico, e registrou a pior leitura em sete anos. Estes são os mais recentes dados em uma série de indicadores apontando para uma forte desaceleração econômica e possivelmente uma recessão.

Ações de empresas que seguem os ciclos econômicos estavam entre as maiores desvalorizações, incluindo a General Electric, que teve queda de 1,1 por cento a 33,69 dólares, e da Boeing, que recuou 2,4 por cento a 82,01 dólares por papel.

"O índice do Fed da Filadélfia veio muito mais fraco do que o esperado. Ele basicamente tirou a força do mercado", disse Fred Dickson, estrategista de mercado da D.A. Davidson.