Lucro da Telmex cresce 38% no 3o tri com forte ajuda do Brasil

segunda-feira, 22 de outubro de 2007 22:53 BRST
 

Por Chris Aspin

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A Telmex, principal operadora de telefonia fixa do México, anunciou alta de 38 por cento em seu lucro líquido de terceiro trimestre, ajudada pela ausência de um encargo extraordinário presente no mesmo período do ano anterior e pelo sólido crescimento de seus negócios no Brasil.

A Telmex anunciou na segunda-feira que seu lucro líquido entre julho e setembro totalizou 9,3 bilhões de pesos (851 milhões de dólares). Um levantamento feito pela Reuters junto a analistas previu um lucro de 7,842 bilhões de pesos.

No terceiro trimestre do ano passado, a unidade brasileira da empresa teve um encargo não-recorrente de 515 milhões de reais, cerca de 286 milhões de dólares, ou um terço do lucro líquido em pesos.

A receita cresceu 2,1 por cento, para 48,146 bilhões de pesos e o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) saltou 11 por cento, para 20,483 bilhões de pesos.

Tanto a receita quanto o Ebitda vieram em linha com as expectativas. A pesquisa feita pela Reuters apontou receita de 46,671 bilhões de pesos e Ebitda de 19,535 bilhões de pesos.

A Telmex é controlada pelo bilionário mexicano Carlos Slim. O mercado mexicano continuou a ser fraco para a empresa, com o número de linhas em serviço caindo em 45 mil em três meses desde o fim de junho.

Mas as operações da empresa no Brasil brilharam, com o número de linhas em serviço saltando 31,5 por cento na comparação com o mesmo trimestre de 2006.

"O crescimento no lucro líquido deve-se principalmente à ausência do encargo, mas o que eu gostei mais foi do crescimento no Brasil", disse um analista que pediu para não ter seu nome revelado.   Continuação...