CORREÇÃO(OFICIAL)-Desemprego em outubro é o 3o menor da história

quinta-feira, 22 de novembro de 2007 11:02 BRST
 

(Corrige no título e no 1o e 3o parágrafos que a taxa de outubro é a 3a menor da série e não a 2a menor, como inicialmente informado pelo IBGE)

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A taxa de desemprego no país em outubro foi a terceira menor já registrada, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O desemprego atingiu 8,7 por cento no mês passado nas seis maiores regiões metropolitanas, ante 9,0 por cento em setembro, informou o IBGE em relatório divulgado nesta quinta-feira.

A menor taxa registrada pelo IBGE foi em dezembro de 2005, quando foi de 8,3 por cento. Em outubro de 2006, a taxa de desemprego no país era de 9,8 por cento.

O número de pessoas ocupadas subiu 0,2 por cento de setembro para outubro, totalizando 21,3 milhões. Na comparação com outubro do ano passado, o aumento foi de 3,1 por cento.

Já o número de desocupados caiu 3,4 por cento de setembro para outubro, para 2,024 milhões de pessoas. Em relação a outubro do ano passado, a queda foi de 9,8 por cento, informou o IBGE.

O instituto considera desocupado quem não estava trabalhando no período da consulta, mas procurou trabalho nos 30 dias que antecederam a pesquisa.

Em outubro, o rendimento médio real dos trabalhadores atingiu 1.123,60 reais, uma alta de 0,5 por cento frente a setembro. Na comparação com outubro do ano passado, o aumento foi de 1,2 por cento, informou o IBGE.

A população inativa, não classificada pela pesquisa como ocupada nem como desocupada, foi estimada em 17,3 milhões de pessoas em outubro. Os inativos são aqueles que não estavam trabalhando quando a pesquisa foi apurada, nem procuraram por trabalho.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier; texto de Renato Andrade; Edição de Alberto Alerigi Jr.)