CÂMBIO-Dólar monitora preocupação externa e opera em leve alta

terça-feira, 22 de julho de 2008 10:51 BRT
 

SÃO PAULO, 22 de julho (Reuters) - O dólar operava em leve alta nesta terça-feira, acompanhando com cautela a turbulência no mercado global ao mesmo tempo em que monitora o fluxo de recursos para o país.

Às 10h49, a moeda norte-americana BRBY era cotada a 1,582 real, em alta de 0,13 por cento. Na véspera, a queda de 0,57 por cento do dólar colocou a taxa de câmbio no menor patamar desde janeiro de 1999, a 1,580 real.

O mercado ainda enxerga a entrada de capitais para participar da oferta de ações da Vale (VALE5.SA: Cotações) na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Boa parte dos cerca de 12 bilhões de dólares envolvidos na operação vieram do exterior.

Ao mesmo tempo, as bolsas internacionais mostravam tensão nesta terça-feira. O prejuízo de mais de 8 bilhões de dólares do banco Wachovia WB.N em um trimestre azedou o humor dos agentes junto com a previsão pessimista da Apple APPL.O.

"Fica a queda-de-braço entre o fluxo de entrada e a preocupação (com o exterior)", disse Valter Alves, operador de câmbio da SLW Corretora.

No âmbito doméstico também há razões para expectativa entre o mercado. Os investidores aguardam a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), na quarta-feira, para saber se o juro básico será elevado em 0,5 ou 0,75 ponto percentual.

Quanto maior a alta do juro, maior a vantagem para as aplicações no Brasil --e portanto, maior a atratividade do país para os dólares de estrangeiros.

Esses agentes mantinham, na segunda-feira, mais de 6 bilhões de dólares em posições vendidas em derivativos cambiais na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). A posição indica uma aposta desses investidores na desvalorização da moeda norte-americana.

(Reportagem de Silvio Cascione; Edição de Renato Andrade)