Mares Guia deixa ministério após denúncia por mensalão mineiro

quinta-feira, 22 de novembro de 2007 15:31 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, entregará ainda nesta quinta-feira ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, uma carta com o pedido de afastamento temporário do cargo, informou a assessoria de imprensa do ministério.

Mais cedo, o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, havia protocolado no Supremo Tribunal Federal (STF), denúncia contra Mares Guia por envolvimento no mensalão mineiro, suposto uso de caixa 2 na campanha de reeleição do então governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998.

(Texto de Alexandre Caverni)

 
<p>Ministro Mares Guia, conversa com o presidente Lula no Rio de Janeiro. O ministro das Rela&ccedil;&otilde;es Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, entregar&aacute; ao presidente Lula, uma carta com o pedido de afastamento tempor&aacute;rio do cargo, informou a assessoria de imprensa do minist&eacute;rio. Foto do Arquivo. Photo by Sergio Moraes</p>