FHC não defende Azeredo e diz que "quem tem culpa, paga"

quinta-feira, 22 de novembro de 2007 16:18 BRST
 

Por Carmen Munari

BRASÍLIA (Reuters) - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso não assumiu a defesa do ex-governador de Minas Gerais e atual senador tucano Eduardo Azeredo, denunciado no caso do mensalão mineiro, e disse que ele tem que responder por seus atos.

"Quem tem culpa no cartório, paga...Se houver culpa, o que vai fazer? Que assuma a responsabilidade", disse Fernando Henrique ao chegar ao Congresso Nacional do PSDB, na quinta-feira.

Azeredo foi denunciado pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza por suposto envolvimento em esquema irregular de financiamento de sua campanha à reeleição ao governo de Minas, em 1998.

A denúncia também atingiu o ministro das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, que decidiu pedir afastamento temporário do governo para se defender.

Mares Guia, do PTB, seria apontado na denúncia como operador do esquema intermediado pela SMP&B, agência do publicitário Marcos Valério, e que teria sido a gênese do mensalão repetido posteriormente no governo federal pelo PT.

(Edição de Mair Pena Neto)