Oi eleva oferta pelas ações da Amazônia Celular em 48%

segunda-feira, 22 de setembro de 2008 13:26 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Oi elevou a oferta pelas ações em circulação da Amazônica Celular em 48,7 por cento. Mesmo assim, analistas não esperam impacto nas contas da companhia.

A Oi acertou a compra da Amazônia Celular com a Vivo em dezembro de 2007 e já promoveu um leilão voluntário pelas ações preferenciais da Tele Norte Celular Participações, holding da operadora, em agosto deste ano.

Ainda em dezembro, a Oi informou a intenção de adquirir os demais papéis da operadora da Região Norte por um preço de 25,50 reais.

Nesta segunda-feira, no entanto, ela informou a elevação do preço para 38 reais, de forma a tornar a operação mais atrativa. O leilão acontece em 22 de outubro.

Analistas consultados pela Reuters, entretanto, não se empolgaram com a elevação porque lembram que, ainda que o prêmio seja importante, o papel da Amazônia tem muito pouca liquidez.

"A ação quase não tem negócios e o valor é pouco relevante para a Oi", disse um analista, que preferiu não se identificar. O total a ser pago será de 47,2 milhões de reais.

"O prêmio é bem importante, mas o papel quase não tem liquidez", concordou Beatriz Battelli, analista do Brascan.

A Amazônia tem cinco classes de ações e todas estacionaram no patamar indicado anteriormente, por volta dos 25,50 reais.

A Oi tem interesse em assumir os papéis em circulação para "simplificar a estrutura societária", conforme o documento encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).   Continuação...