Alta do Lehman e queda de petróleo impulsionam bolsas dos EUA

sexta-feira, 22 de agosto de 2008 18:24 BRT
 

Por Steven C. Johnson

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores norte-americanas fecharam em alta nesta sexta-feira, com esperanças de que o Lehman Brothers poderá atrair um grande investidor.

A forte queda do petróleo, amenizando as preocupações sobre inflação e sobre os gastos dos consumidores, também deu suporte ao mercado.

Segundo dados preliminares, o índice Dow Jones teve alta de 1,73 por cento, a 11.628 pontos. O Standard & Poor's 500 subiu 1,13 por cento, a 1.292 pontos. O Nasdaq avançou 1,44 por cento, a 2.414 pontos.

Nesta semana, o Dow acumulou baixa de 0,3 por cento, enquanto o S&P 500 recuou 0,5 por cento e o Nasdaq caiu 1,5 por cento.

A alta ajudou o mercado a apagar a maior parte das perdas dos últimos dias, deixando o Dow e o S&P 500 a apenas poucos pontos abaixo de quando a semana começou.

As ações da Lehman Brothers subiram 5 por cento após o Korea Development Bank afirmar que a corretora norte-americana pode ser um possível alvo de aquisição. Houve um momento na sessão em que as ações do banco de investimento saltaram mais de 15 por cento.

O Lehman está entre os bancos norte-americanos atingidos pelas perdas causadas pela crise do mercado imobiliário. As ações do Lehman perderam quase 80 por cento de seu valor neste ano, registrando mais de 7 bilhões de dólares em baixas contábeis.

"Um possível comprador por uma empresa que foi por muito tempo só manchetes de risco está colocando um chão sólido sob o setor financeiro", afirmou John Augustine, estrategista chefe de investimento do Fifth Third Private Bank.

"Nós estamos ficando mais altista no mercado acionário e nós diriámos que nós teremos o próximo grande passo para as financeiras quando tivermos mais atividade de aquisições e fusões".