Fed ameniza regras para minoritários de bancos de investimentos

segunda-feira, 22 de setembro de 2008 19:28 BRT
 

WASHINGTON, 22 de setembro (Reuters) - O Federal Reserve divulgou nesta segunda-feira novas regras para o tratamento de minoritários de bancos de investimentos mas afirmou que no geral irá continuar a considerar 25 por cento como o ponto a partir do qual passa a valer a regulação do Fed.

"O Conselho continua acreditando que, na maioria das circunstâncias, um investidor que possui 25 por cento ou mais de todos as ações de uma organização bancária possui capital suficiente... para ter um influência de controle", afirmou o Fed.

Investidores estrangeiros, incluindo os chamados fundos soberanos, investiram bilhões de dólares dos bancos norte-americanos no últimos meses para ajudar a recapitalizá-los após as fortes perdas ligadas às hipotecas de alto risco.

No entanto, muitas instituições permanecem desesperadas para elevar capital e alguns investidores podem estar relutantes em ter que carregar o fardo de ser regulado pelo Fed caso elevem as suas parcelas para acima da barreira de 25 por cento.

O Conselho de Diretores do Fed, por outro lado, afirmou em comunicado que abrandou uma antiga proibição de investidores minoritários terem um assento na diretoria de um banco. Isso pode tornar mais atraente uma participação maior em um banco.

O Fed ainda delineou as circunstâncias nas quais um investidor minoritário pode ter dois representantes na diretoria do banco sem ser visto pelo Fed como tendo o controle da administração.

A autoridade monetária afirmou ainda que os investidores minoritários podem influenciar a administração do banco sobre questões como políticas de dividendos e pagamentos, sem ser julgado pelo Fed por ter ultrapassado o limite para ser regulado diretamente.

(Rerportagem de Alister Bull)