ATUALIZA-VALE confirma reajuste de 65% no minério para China

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008 10:38 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações)

SÃO PAULO, 22 de fevereiro (Reuters) - A Vale (VALE5.SA: Cotações) informou nesta sexta-feira que o grupo Baosteel, que representa siderúrgicas da China, concordou com reajuste de 65 por cento no preço do minério produzido em seu Sistema Sul.

Os novos preços de referência, em tonelada métrica seca (dmt), são 1,1898 dólar por unidade de ferro para o Sistema Sul (SSF), e 1,2517 dólar por unidade de ferro de Carajás.

Por ser de qualidade superior, o minério produzido em Carajás, considerado um dos melhores do mundo, recebeu um prêmio de 0,0619 dólar por unidade de ferro sobre o preço de 2008 do Sistema Sul.

Mais cedo, a Baosteel havia anunciado o acordo com a mineradora brasileira. Segundo a Baosteel, com o novo ajuste, o minério de Carajás terá um acréscimo de 71 por cento sobre o preço de 2007, o mesmo obtido junto a siderúrgicas japonesas e outra empresa coreana.

As siderúrgicas européias, como a alemã Thyssen e a italiana Ilva, tiveram alta de 66 por cento no minério de Carajás. A diferença de ajuste se deve ao maior preço pago pelos clientes da Europa pelo minério devido ao menor preço de frete para entrega.

(Reportagem de Alberto Alerigi Jr. e Denise Luna; Edição de Roberto Samora)