Ossétia do Sul escolhe ex-autoridade russa como premiê

quarta-feira, 22 de outubro de 2008 10:41 BRST
 

MOSCOU, 22 de outubro (Reuters) - A região separatista de Ossétia do Sul, na Geórgia, escolheu uma ex-autoridade russa como seu primeiro-ministro na quarta-feira, o que fez a Geórgia acusar Moscou de anexar a região depois da guerra de agosto.

A autoridade, escolhida pelo Parlamento da região, é Aslanbek Bulatsev, ex-chefe de impostos da província vizinha de Ossétia do Norte, na Rússia. A Ossétia do Sul tem um desejo de longa data de se unir à Ossétia do Norte.

"Agora que a crise passou, precisamos nos unir e trabalhar arduamente", disse o líder da Ossétia do Sul, Eduard Kokoity, ao Parlamento, de acordo com o site oficial da Ossétia do Sul (www.cominf.org).

As forças do governo georgiano empreenderam uma grande operação para retomar o controle da região, que é pró-Rússia. A região é controlada pelos separatistas desde o começo dos anos 1990.

Mas a Rússia enviou tropas para defender a Ossétia do Sul, expulsando os georgianos da área. Depois, Moscou reconheceu a Ossétia do Sul, assim como outra região separatista, a Abkházia, como Estados independentes e prometeu ajudar ambas com milhões de dólares. A Rússia também disse que vai manter bases militares nas duas regiões, para protegê-las de qualquer ação do governo georgiano.