ATUALIZA-Bancos privados ainda não estão na mira do BB

quarta-feira, 22 de outubro de 2008 17:13 BRST
 

(Texto atualizado com mais comentários de executivo do BB)

BRASÍLIA, 22 de outubro (Reuters) - O Banco do Brasil não avalia, até o momento, a compra de nenhuma instituição financeira privada, afirmou o vice-presidente de Finanças do banco, Aldo Mendes, nesta quarta-feira.

"Não há qualquer negócio em gestação, nenhuma oferta, nenhuma procura. Não estou examinando a compra de nenhum banco além dos que já estão anunciados há meses", afirmou Mendes, durante entrevista coletiva.

O BB avalia a incorporação de dois bancos estatais, o Banco de Brasília (BRB) e o Nossa Caixa BNCA3.SA, este último controlado pelo governo do Estado de São Paulo.

Nesta quarta-feira, o governo editou uma Medida Provisória (MP) que autoriza o BB e a Caixa Econômica Federal a comprar participações em instituições privadas no país.

Mendes negou-se a fazer um prognóstico de quando os negócios envolvendo o BRB e a Nossa Caixa serão fechados.

Segundo o executivo, um dos efeitos da MP será sobre o poder de competição do banco dentro do setor, uma vez que a medida garante ao BB condições iguais aos dos concorrentes do setor privado, caso haja uma onda de consolidação do setor bancário do país.

"Em um momento de aperto de liquidez, quem tem caixa dá as cartas do jogo. É o melhor momento para o comprador e o pior para o vendedor."

(Reportagem de Fernando Exman; edição de Renato Andrade)