Barclays e RBS obtêm linha de crédito de US$30 bilhões do Fed

segunda-feira, 22 de outubro de 2007 09:42 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Os britânicos Barclays e Royal Bank of Scotland juntaram-se a outros grandes bancos este mês no registro para uso de uma linha de crédito de até 30 bilhões de dólares oferecida pelo Federal Reserve para auxiliar clientes com problemas de liquidez de curto prazo.

O acordo é similar aos estabelecidos entre o banco central norte-americano e grandes bancos mundiais como o Citigroup, Bank of America, JPMorgan Chase e Deutsche Bank no auge da crise de crédito em agosto e setembro.

O Barclays obteve permissão para retirar até 20 bilhões de dólares da linha do Fed e o RBS poderá pedir até 10 bilhões de dólares, segundo dados publicados no site do Fed.

"Grandes bancos como nós... são encorajados pelo Fed a ter esse tipo de linha. E é isso que fizemos, afirmou uma porta-voz do RBS.

O jornal Sunday Telegraph publicou anteriormente que fontes do setor bancário informaram que a linha de crédito foi preparada como contingência e pode nem ser usada.

O Barclays também afirmou que possui uma linha de crédito pronta para clientes quando eles precisarem de refinanciamento.