BOLSA EUA-Mercado abre em queda com preocupação sobre crédito

segunda-feira, 22 de outubro de 2007 11:35 BRST
 

NOVA YORK, 22 de outubro (Reuters) - As bolsas de valores dos Estados Unidos abriram em queda nesta segunda-feira, reagindo à preocupação dos investidores com os problemas no mercado de crédito e à piora na avaliação do setor hipotecário pela corretora Lehman Brothers.

Às 11h33 (horário de Brasília), o índice Dow Jones .DJI, referência da bolsa de Nova York, recuava 0,74 por cento, para 13.422 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq .IXIC caía 0,99 por cento, para 2.698 pontos. O índice Standard & Poor's 500 .SPX tinha queda de 0,66 por cento, para 1.490 pontos.

O analista Bruce Harting, do Lehman Brothers, disse que é apenas questão de tempo antes de que os problemas de inadimplência nas hipotecas se espalhem para os cartóes de crédito, os financiamentos de automóveis e outros tipos de crédito ao consumidor.

Na sexta-feira, o Dow Jones caiu aproximadamente 367 pontos no aniversário de 20 anos do crash de 1987. A manufatureira Caterpillar (CAT.N: Cotações) liderou as perdas após alertar para uma contaminação da crise imombiliária sobre o restante da economia.

Antes da abertura desta segunda-feira, porém, os índices futuros de Wall Street reduziram as perdas em reação a lucros maiores que o esperado de empresas como a farmacêutica Merck (MRK.N: Cotações).

"Tivemos alguns relatórios de lucros não tão ruins como alguns esperavam.. Os futuros estavam em queda antes da abertura por causa das perdas na Europa e na Ásia, que por sua vez foram provocadas pelo nosso mercado na sexta-feira", disse Tim Smalls, diretor de operações com ações norte-americnaas na corretora Execution, em Connecticut.