Fundo soberano não reduzirá reserva internacional, diz Meirelles

segunda-feira, 22 de outubro de 2007 12:33 BRST
 

WASHINGTON, 22 de outubro (Reuters) - O Brasil vai usar recursos adicionais para criar seu fundo soberano de investimentos, sem reduzir, portanto, o atual volume das reservas internacionais, que superam os 164 bilhões de dólares, afirmou o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, nesta segunda-feira.

"As reservas internacionais estão lá e devem crescer ainda mais. Recursos adicionais serão alocados para o fundo", disse Meirelles a jornalistas em Washington.

"O que estamos discutindo agora é qual será o melhor mecanismo para captalizar o fundo. Ele pode obter recursos diretamente do mercado ou o banco central pode comprar (esses dólares) para o fundo", acrescentou.