Governo adia para 10 de dezembro leilão de 1a usina do Madeira

segunda-feira, 22 de outubro de 2007 14:05 BRST
 

WASHINGTON, 22 de outubro (Reuters) - O governo adiou para o dia 10 de dezembro o leilão da concessão para a construção da primeira das duas usinas hidrelétricas do rio Madeira, em Rondônia, disse nesta segunda-feira a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

A data estabelecida anteriormente para o leilão da usina Santo Antônio, de 3.150 megawatts, era 29 de novembro, mas a ministra afirmou que a nova data será mais "conveniente" para os órgãos reguladores.

O governo precisa publicar o edital do leilão 30 dias antes do evento.

O projeto avaliado em 9 bilhões de reais da usina de Santo Antonio, e a segunda unidade no mesmo rio, Jirau, com valor parecido, são considerados vitais para garantir a oferta de energia no Brasil depois de 2012, mas o processo de construção tem atrasado por problemas de licenças ambientais e burocráticos.