Governo leiloa rodovia do PAC na Bahia até julho

terça-feira, 22 de janeiro de 2008 12:49 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O governo vai realizar mais uma etapa do processo de concessão de rodovias no país, disse a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, ao fazer o balanço do primeiro aniversário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), nesta terça-feira.

Essa etapa acontecerá até 31 de julho. Segundo a ministra, o governo vai leiloar um trecho de 637 quilômetros da BR-116-324, na Bahia. O investimento total será de 2 bilhões de reais, com uma tarifa de 3,061 reais por cada trecho de 100 quilômetros. O edital desta etapa deve sair até 30 de maio.

A ministra também anunciou outras duas etapas do processo de concessão: uma delas em novembro de 2008 e outra que deve acontecer até abril de 2009.

Na primeira etapa serão leiloados cinco trechos de três rodovias: BR-040, BR-116 e BR-381, num total de 2.066 quilômetros em Minas Gerais.

A segunda etapa será em abril de 2009, quando outros cinco trechos de várias rodovias, num total de 1.993 quilômetros, serão leiloados.

GASTO BAIXO

Em 2007, o governo brasileiro gastou 4,5 bilhões de reais em obras do PAC, o que representou 27 por cento dos 16,5 bilhões de reais destinados ao projeto no Orçamento. Foram comprometidos 97 por cento dos recursos.

O governo está monitorando 2.126 empreendimentos dentro do PAC. Desse total, 86 por cento estão caminhando em ritmo que o governo considerada adequado; 12 por cento exigem atenção e 2 por cento são considerados preocupantes, segundo relatório. "Apesar dos percalços do final de 2007 na área fiscal, 2008 começa com boas perspectivas para o PAC", avaliou o governo no relatório, referindo-se à não aprovação da CPMF, que representa uma perda de quase 40 bilhões de reais no Orçamento deste ano.

Entre as obras previstas no PAC este ano, além das estradas, estão licitações para obras em nove aeroportos e o leilão de construção da usina hidrelétrica de Jirau.

(Por Isabel Versiani; edição de Mair Pena Neto)