Espanha prende 8 e desmantela célula do ETA

terça-feira, 22 de julho de 2008 08:28 BRT
 

Por Andrew Hay e Teresa Larraz

MADRI (Reuters) - A polícia espanhola prendeu oito supostos membros do ETA na terça-feira em uma operação que desmantelou a unidade de guerrilha mais ativa do grupo separtista basco, acusado de várias mortes recentes, informou o governo.

O Ministério do Interior disse que Arkaitz Goikoetxea, suposto líder da "célula Vizcaya", está entre os capturados. "Oito pessoas foram presas, entre elas Goikoetxea", disse um porta-voz.

A unidade Vizcaya é acusada de matar três policiais civis e um membro do conselho do partido Socialista após o fim do cessar-fogo do ETA, em junho de 2007.

O governo socialista da Espanha diz que o ETA, considerado um grupo terrorista pela União Européia e pelos Estados Unidos, está seriamente enfraquecido por uma série de prisões de integrantes importantes do grupo.

Mas isso não impediu o ETA de fazer mais de doze ataques e dois assassinatos neste ano.

"Esta é uma manhã especial, porque hoje mos sentimos um pouco mais livres, porque vários terroristas foram presos", disse Rodolfo Ares, líder do Partido Socialista Basco.

A polícia fez ataques surpresas em Bilbao, Getxo e Elorrio, na região de Vizcaya do País Basco, durante as primeiras horas de terça-feira, segundo a mídia espanhola.

A operação foi supervisionada pelo juiz Baltasar Garzón, conhecido por lidar com importantes casos civis e relacionados ao ETA.   Continuação...