Vodafone reduz projeção de receita por desaquecimento econômico

terça-feira, 22 de julho de 2008 08:36 BRT
 

Por Kate Holton

LONDRES (Reuters) - O grupo de telefonia móvel Vodafone reduziu sua perspectiva de receita nesta terça-feira, com as condições econômicas mais difíceis forçando os consumidores a conter gastos com novos aparelhos, especialmente na Espanha, derrubando suas ações para o pior nível em 20 meses.

O anúncio fazia as ações da maior operadora de telefonia móvel do mundo em receita despencarem mais de 14 por cento às 8h30 (horário de Brasília).

O analista da Collins Stewart, Mark James, disse que as empresas de telecomunicações mostraram, até o momento, resistência ao desaquecimento econômico, mas a Vodafone iniciou a temporada de resultados com um lemberte de que nada está imune.

"Os mercados espanhóis e britânico de telecomunicações, resistentes à desaceleração econômica, finalmente parecem ter sido afetados", acrescentou.

A Vodafone apresentou receita em linha com as previsões, em 9,8 bilhões de libras (19,57 bilhões de dólares), mas afirmou que sua receita anual deve ficar no piso de sua previsão, que varia de 39,9 bilhões de libras a 40,7 bilhões de libras.

A empresa obteve 8,5 milhões de novos assinantes no trimestre encerrado em junho, levando sua base de clientes para cerca de 269 milhões.