Bancos Centrais negociam medidas para crise de crédito--jornal

sábado, 22 de março de 2008 10:24 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Bancos centrais dos dois lados do Atlântico estão em conversações sobre a viabilidade de uma aquisição em massa de securitizações lastreadas em hipotecas em um esforço para dar uma solução à crise de crédito global, afirmou o jornal Financial Times neste sábado.

Sem citar fontes, o jornal afirma que as negociações estão em estágio inicial e são parte de um intercâmbio mais amplo sobre como enfrentar as turbulências dos mercados financeiros, que têm continuado a despeito da injeção de bilhões de dólares em liquidez e dos cortes de juros.

O Banco da Inglaterra (BoE) parece muito entusiasmado em explorar a idéia, que pode envolver o uso de recursos públicos para escorar o mercado, disse o FT.

O Federal Reserve, banco central norte-americano, está aberto à idéia em princípio, mas apenas como último recurso, enquanto o Banco Central Europeu está menos afeito à proposta, segundo o jornal.

"Não estamos comentando", afirmou um porta-voz do BoE. O ministro das Finanças da Grã-Bretanha também não quis comentar o assunto e BCE e o Fed não estavam imediatamente disponíveis.

Os bancos centrais têm, até o momento, se mostrado preparados para conceder empréstimos ante valores respaldados por hipotecas em meio a um aperto de liquidez desencadeado por hipotecas de baixa qualidade nos Estados Unidos.

Desde novembro, os bancos já registraram mais de 125 bilhões de dólares em perdas de ativos, o que afetou o valor de suas ações.

(Reportagem Mark Potter)

REUTERS IV