Meirelles insiste que Brasil tem condição de enfrentar crise

segunda-feira, 22 de setembro de 2008 15:02 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, reafirmou nesta segunda-feira, que a economia brasileira tem condições de enfrentar a atual crise do sistema financeiro mundial.

Durante palestra em evento em São Paulo, Meirelles reconheceu que a economia brasileira sofrerá um impacto dos problemas vividos no mercado financeiro internacional, mas com uma capacidade de resistência muito maior do que a que o país tinha no passado.

"Existe um impacto sim, a crise impacta a todos, mas o importante é que estejamos saudáveis para enfrentá-la... Não há dúvida que se espera uma desaceleração da economia mundial, o que certamente deve levar a uma desaceleração da economia brasiliera, mas estamos mais fortes para enfrentar", disse Meirelles.

Durante seu discurso, Meirelles ressaltou algumas das medidas adotadas pelo governo brasileiro ao longo dos últimos anos que permitem ao país hoje enfrentar a crise internacional sem efeitos tão fortes como no passado. Entre elas, Meirelles citou o aumento das reservas internacionais, a eliminação da dívida cambial doméstica, a redução da dívida líquida do setor público e a queda no endividamento externo do país.

Meirelles também citou a política monetária do banco central e seu compromisso com as metas de inflação como uma medida que traz mais robustez para a economia brasileira.

Ele disse ainda que o Banco Central tem acompanhado "hora a hora, dia a dia" os desdobramentos da crise financeira, e que não subestima o atual quadro de turbulência internacional, mas garantiu que o governo brasileiro está "sereno" e que continuará comprometido em fazer "seu dever de casa".

(Reportagem de Renato Andrade; Edição de Vanessa Stelzer)